pato Sosa

Música, letras, AMO. Já números...NÃO. Estudante, quinze anos e uma longa vida pela frente. Banda? Gogol Bordello é a minha vida musical, meu oxigênio, preciso dela para me inspirar e respirar. Desenho quando não tenho o que fazer, talvez seja o melhor que eu faça, consigo me expressar em rascunhos, não costumo mostrar/vender/emprestar meus desenhos, são normalmente amassados e jogados no lixo, não me agride, me alivia. Dizem que falo demais, digito demais, talvez seja verdade, e isso é bom, ao menos para mim.