José Piteira

José Piteira. 20 anos. Jovem de raízes modestas.
Entrou no mercado de trabalho aos 18 anos, não no ramo da comunicação, mas sim numa pastelaria. Depois do constante convívio com idosas experientes no "gossip" apercebeu-se de que era um predestinado ao jornalismo. Não de "gossip" mas desportivo. Porque este humilde rapaz não se alimenta da vida alheia. E fechou a pastelaria meia-hora mais cedo para ver um Zenit-Paços de Ferreira arriscando o despedimento. E despoletando a raiva num casal de ucranianos que queria frequentar o estabelecimento.

Tem uma curta experiência como jornalista desportivo em dois blogues, o Zé Povinho (site já extinto devido à ganância do seu criador) e o Box-to-Box Sports (por favor leiam, o gajo que escreve os artigos do Sporting é mesmo bom). Também esteve por um curto período de tempo no desacordo, mas decidiu abandonar o barco, no entanto está disposto a regressar se o cachet for generoso.

Ambicionando a voos mais altos voltou a sair da área da comunicação, desta feita, para trabalhar num Lidl, na secção da reposição. A experiência mais curta deste jovem no mercado de trabalho, dado que uma semana depois estava na rua e supostamente por justa causa.

Vai para a terceira época como treinador de futebol e conta com um 2º lugar e com um título distrital de juniores no seu currículo. Este ano, decidiu seguir as pisadas de Jorge Jesus e trocar o clube da sua terra Vendas Novas, o Estrela, pelo rival Cabrela.

Apesar de se apresentar como um excelente candidato à redacção desportiva, este jovem também conta com curtas aparições no entretenimento nas tardes e nas noites da RTP, em programas como o "Há Tarde" e "5 para a Meia-Noite".