ana potenza

que sei eu do que serei, eu que não sei o que sou?

ser o que penso? mas penso tanta coisa!

e há tantos que pensam ser a mesma coisa que não pode haver tantos!