Ballerina RJ

Interior de SP

Tenho 37 anos, sou carioca, casada, advogada e vivo no interior de SP. Eu e Marido (36 anos) começamos a tentar, naturalmente, ficar grávidos quando tinha quase 36 anos, em agosto/2013.

Depois de muito choro e insistência (e depois que fiz a histerossalpingografia sem anestesia - resultado, trompa esquerda pérvea e direita com uma leve ectasia na parte distal, mas que não impediu a passagem do contraste), ele resolveu fazer um espermograma e foi constatada baixa motilidade.

De outubro/2013 a janeiro/2014, ele fez tratamento com Serophene e Vitergan Zinco Plus e teve uma ótima melhora.

Enquanto isso, continuamos tentando naturalmente e... Nada!

Em maio/2014: fizemos indução (usei Serophene). Negativo.

Programamos, então, a primeira IA para agosto/2014, no Rio, que acabou virando um Coito Programado: negativo!

Em outubro/2014, programanos, então, a primeira IA, mesmo descobrindo que a baixa motilidade dele havia "voltado" (na verdade, o tratamento feito dura os 3 meses de medicação, mais uns 2 meses depois: em 6 meses, tudo volta ao normal!), fizemos o procedimento: negativo.

Logo após a IA, ele recomeçou o tratamento feito um ano antes, acrescentando Androsten o que fez com que aumentasse o percentual de motilidade e a quantidade.

Em dezembro/2014, fizemos a segunda IA: mais um negativo.

Partimos para a FIV, no Rio, em fevereiro/2015: negativo.

Ele permaneceu usando somente Vitergan Zinco Plus e Androsten e marcamos nossa segunda FIV para maio/2015: estamos aguardando nosso positivo para junho/2015!