Basketball

As Olimpíadas criaram um mundo onde uma fração de segundo pode ser a diferença entre a obscuridade e a fama mundial. As margens são muito finas e acaba não se tornando suficiente treinar arduamente e dar cem por cento de si até no dia de competição se você não usar das tecnologias existentes para melhorar seu desempenho e evitar possíveis lesões. Na corrida de patins, por exemplo, é impossível ganhar ou até mesmo conseguir colocação sem usar a mais nova tecnologia de revestimento de patins. A mesma situação ocorre no Basquete, onde existem diversas tecnologias criadas para o melhor desempenho do atleta como: tênis especiais, roupas feitas com tecidos que facilitam a transpiração, entre outras. Além disso a tecnologia atual nos permite fazer milhares de coisas que a 10 anos atras pareciam ser impossíveis, com a comunicação em tempo real, atletas e treinadores podem manter contato constante. Dados podem ser gravados durante a performance, instruções podem ser transmitidas e modificações detalhadas na performance podem ser feitas. Conferências audiovisuais fornecem aos técnicos e atletas um contato mais próximo até mesmo a distâncias extremas. Claramente, da perspectiva dos atletas de elite, se o objetivo é se esforçar pela performance suprema, pela quebra de recordes e para aumentar a eficiência de performance, então a tecnologia está melhorando o esporte.

A tecnologia também está muito presente na realização de esportes para pessoas que possuem algum tipo de deficiência (principalmente) física. Exemplo disso são as cadeiras de rodas feitas especialmente para atletas (ou somente jogadores) que têm a sua deficiência na área da perna e mesmo assim não desistem de praticar esportes. Essa situação pode ser observada também no futebol adaptado para pessoas cegas, nesse caso é inserido uma espécie de "sino" que emite sons a medida que a bola se locomove e esses sons indicam a direção onde esta a bola para os jogadores.

Esse mundo da tecnologia inspira, no âmbito dos praticantes de atividades físicas "comuns" maior criatividade e dinamicidade na realização de diversas atividades devida a frequente eliminação das tarefas consideradas "chatas". Ou seja, uma pessoas que não gosta de se exercitar e ao mesmo tempo não quer fazer um acompanhamento nutricional acaba se sentindo atraída a realizar essas atividades de outra forma como por exemplo: ao baixar um aplicativo que organize uma dieta para cada usuário e mande avisos de quando cada i