Rebeca Valério

Rio de Janeiro, Brazil.

Técnica em Publicidade e Propaganda, Designer; 12/08/1996 (17 anos); Musicista nas horas vagas - Piano, Voz e estudante de Violoncelo -; Bookaholic; Music-holic; Cyberholic; Fotografias frias, Indie Rock e Folk me encantam. Sim, eu acho o antigo Country uma graça, mas o que define a rebeca é o rock mesmo. Assisto tantos filmes que se eu fosse esse tipo de pessoa que faz listas pra tudo eu teria 3 cadernos completamente preenchidos com os nomes dos filmes que já assisti. Sou exagerada, retardada alguns dias, séria em outros. Tem dias que pela manhã sou extremamente mal-humorada, pela tarde sou apática à tudo e à todos e pela noite eu simplesmente fico feliz por um dia como esse estar indo embora. Não, eu não sou bipolar como muitas garotas imaturas por aí definiriam o que acabei de descrever na última frase... eu simplesmente sou uma pessoa que prefere não definir cada passo que dá, cada sentimento que tem na alma. A infantilidade toma conta do dia quando estou com meus amigos, e a responsabilidade vem com a necessidade que qualquer ser humano de 17 anos tem de ser adulto as vezes. Redes Sociais lá embaixo pra quem quer seu meu amiguinho. Beixos.

Citações que chamo de espelho ♡

“Muita gente me acha bem extrovertida e falante. E eu sou. Mas uso isso como uma espécie de proteção, camuflagem, escudo. No fundo, acredite, sou tímida. Bem tímida…” - Clarissa Corrêa.

“Ela tem essa pose de “nada me abala”, mas no fundo, bem lá no fundo, ela é tão mole quanto uma gelatina, tão doce quanto um pote cheio de mel e tão delicada quanto a pétala de uma rosa.” - Stephani Ignatti.

“Tenho medo de decepcionar as pessoas, de magoá-las, de faze-las cansarem de mim. Só queria que elas também tivessem esse medo.” - Tati Bernardi.

“Sou sentimental, sei disso.” - Anne Frank

“Não puxo saco de ninguém, detesto que puxem meu saco também. Não faço amizades por conveniência, não sei rir se não estou achando graça, não atendo o telefone se não estou com vontade de conversar.” - Caio F. Abreu