Bismark Castro Almeida

Student, Photographer, and Filmmaker in São Paulo, Brasil

Read my blog

Paulista cansado da cidade que ama. Vive onde vida é o que há, e assim adora se apaziguar. Compõe versos em primeira e várias outras pessoas, mas sabe se esconder bem quando fala dele mesmo.

No momento navego com uma bússola quebrada, e o meu destino é um lugar fora dos campos gravitacionais terrestres. Meu maior sonho é voar sem ter asas, mas como sou limitado nos chãos eu só consigo alçar voo e levitar por alguns metros. Quando meus pés voltam ao chão só escorrego enquanto faço meus passos, porque isso é melhor que ficar sentado parado divagando sobre o tempo e o espaço.

Meu corpo ainda é físico, mas minha mente já nem sei por que bandas se encontra. Há quem diga que esse corpo já recebeu upload de uma aura nova vinda de outra galáxia. Outros só acham que sou louco. Eu já nem me acho.

Nos rios turvos da vida consigo pescar peixes raros que coloco novamente na água logo após admirar, e tiro peixes de aquários e os jogo no mar.

Fora essas indagações sou um amante de tudo que tenha letras e palavras, um viciado literário e amante das artes visuais.

Quer saber mais? Ó as opções aí embaixo.