Danni

Eu sou estranha.É.

Realmente, eu sou muito estranha. Sou estranha desde a maneira como eu durmo, até o jeito que eu como.

Quando eu arrumo leite com bolachas, eu tenho que beber naquele copo grande, rosa e estranho da Hello Kitty. Eu realmente, nem sei porque ele é rosa. Eu nem gosto de rosa.

As bolachas têm que serem comidas na ordem em que foram arrumadas, ou seja, se eu passei manteiga primeiro naquela bolacha, eu tenho que comê-la primeiro. É estranho, eu sei.

Em casa, uso aquele casaco extra GG que meu pai ganhou não sei aonde.

Eu faço piadas idiotas e bato no meu irmão. Sem motivos, é claro. É mais legal.

Eu na cozinha, sou um desastre. O arroz começa a sair misteriosamente da panela, o feijão fica mais salgado que bacalhau, a carne queima e fica até parecendo um pedaço de carvão.

Eu choro jogando joguinho, e quando fica muito difícil de passar aquela fase, dá vontade de quebrar tudo que vejo pela frente. Sou criança as vezes, ou melhor, quase sempre. E... canto musiquinhas infantis...eu....eu acho que vou ser uma eterna criança.

Eu sou meio anti-social sabe...Não me sinto bem em lugares que tenham muitas pessoas, e tenho que confessar que lá no fundo, eu sinto um certo nojo do ser humano.É. Tenho um pouco de ódio pelas pessoas.

Eu queria ser um panda. Queria morar sozinha no meio da floresta.

Do meu grupo de amigos, eu sou a mais idiota, e olhe que meus amigos não são lá essas coisas de "normais".

As vezes, nem eu me entendo. Eu falo coisas sem o menor sentido, e sou tão confusa que nem o batman me entende.

Gosto de bala de morango.

Tento colecionar mangás e livros, mas meus pais sempre acham que comprar essas coisas não valem a pena.

E sou estranha. Essa deve ser minha qualidade que eu vivo procurando. Ou não.