Henrique Dantas

"Eu sou assim mesmo, eu choro, eu rio, ouço, mas também falo bastante. Sou de apanhar e não dar o troco, não preciso gritar pra ficar rouco. Muita música e pouca dança, não sou de sonhos nem tenho esperanças, sou do agora, mas também de lembranças. Sou otimismo e perseverança. Peço bastante, também não sou de negar, obedeço mas na maioria das vezes a única coisa que faço é mandar. Gosto de ler, gosto de falar, gosto de escrever, gosto de rabiscar. Peço perdão e sei perdoar. Eu faço amigos do mesmo modo que faço inimigos, eu guardo as mágoas, e as vezes quando explodo me vêm uma vontade louca de me vingar. Eu morro aos poucos, mas não deixo ninguém me enterrar. " - Henrique Dantas